Topo

Notícias

CPI do DPVAT deverá ouvir mais três delegados da Polícia Civil

25/Novembro/2015
Increase_font Decrease_font

Deverão ser convocados os titulares das delegacias de Acidentes e Delitos no Trânsito (DADT), Especializada (DPE) e Defraudações e Falsificações (DDF).

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Assembleia Legislativa que apura fraudes no seguro DPVAT deverá convocar mais três delegados para participarem de oitivas. O anúncio foi feito pelo deputado José Sarto (Pros), presidente da CPI, durante reunião da comissão nesta terça-feira (24/11).

Segundo o parlamentar, já foi feito convite por telefone ao delegado titular da Delegacia de Acidentes e Delitos no Trânsito (DADT), César Wagner. A previsão é que ele seja ouvido pela CPI na próxima semana.

José Sarto informou que, na última reunião da CPI, realizada dia 18, o relator, deputado Fernando Hugo (SD), recebeu material do delegado César Wagner com informações sobre de fraudes do DPVAT, incluindo matéria do jornal O Povo.

O caso mais emblemático citado pelo jornal é de uma mulher que deu entrada no benefício, alegando que o pai havia morrido durante um atropelamento, quando na verdade ele morreu ao cair de uma rede. O delegado se prontificou a esclarecer e dar subsídios para essa CPI”, informou o deputado José Sarto aos demais parlamentares presentes à reunião.

Na sequência de oitivas, além de César Wagner, deverão ser convocados o delegado Rommel Kerth, titular da Delegacia Especializada (DPE), e o delegado Jaime de Paula Pessoa, titular da Delegacia de Defraudações e Falsificações (DDF).

A CPI do DPVAT, instalada em setembro, já ouviu o delegado titular de Itapipoca, Marcos Aurélio França, e o diretor jurídico da Seguradora Líder dos Consórcios do Seguro DPVAT, Marcelo Davoli.

Participaram da reunião os deputados Audic Mota (PMDB), Roberto Mesquita (PV), Walter Cavalcante (PMDB), Leonardo Pinheiro (PSD) e Zé Ailton Brasil (PP).

Fonte: Agência de Notícias da Assembleia Legislativa