Topo

Notícias

Em debate, Camilo destaca apoio de Dilma, Lula e Cid e discute propostas para o Ceará

11/Agosto/2014
Increase_font Decrease_font

Políticas de segurança pública, saúde, educação, habitação, cultura e agricultura foram os principais temas debatidos pelos candidatos.

“Tenho muito orgulho de fazer parte de uma geração que está modernizando o Ceará. Mas ainda temos muito desafios para melhorar a vida dos cearenses. Por isso que conto com apoio de 18 partidos, do governador Cid Gomes, da presidenta Dilma e do ex-presidente Lula, que fazem parte do meu partido, o Partido dos Trabalhadores”, disse em sua fala inicial o candidato a governador Camilo Santana (PT), da coligação “Para o Ceará seguir avançando”, no debate organizado na manhã desta segunda-feira (11.08) pela TV DN, do Sistema Verdes Mares.

Durante uma hora e dez minutos, Camilo discutiu propostas para o Ceará com os candidatos Aílton Lopes e Eliane Novais. Eunício Oliveira alegou compromissos de campanha e não compareceu ao debate, que foi mediado pelo jornalista Edison Silva.


Nós fizemos o maior programa de regularização fundiária do Brasil e entregamos 67 mil títulos às famílias cearenses que estão no campo. Isso significa acesso ao crédito, à moradia na área rural, à aposentadoria para aqueles que produzem na área rural do interior. Tenho muito orgulho de ter feito parte dessa equipe que ajudou a melhorar a vida no campo”, citou Camilo Santana, que foi secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado entre 2007 e 2010.


No segundo bloco, Camilo Santana comentou sobre os avanços na construção de moradias populares nos últimos anos. “Fui secretário das Cidades e coloquei o ‘Minha Casa Minha Vida’ para funcionar. Foram 11 mil casas construídas em três anos e são mais 58 mil unidades sendo construídas no Ceará”, citou. “Só no José Walter foram 5.536 casas. Pessoas que não tinham onde morar e agora têm. Vamos fortalecer o programa para garantir moradia digna e de qualidade para os cearenses”, disse Camilo.


Sobre a segurança pública no Ceará, Camilo Santana ressaltou a importância de se integrar as políticas públicas para combater a violência. “Vou trazer essa questão pessoalmente para mim. Vivemos uma epidemia no Brasil e isso se agravou com as drogas. Temos que combater o tráfico e, ao mesmo tempo, acolher os jovens que entram nesse caminho. Vamos aumentar o efetivo das polícias Militar e Civil e reorganizar o Ronda do Quarteirão, que foi um grande programa criado nessa gestão”, observou.


Camilo Santana rebateu ainda boatos que circulam nas redes sociais com relação a desvios de dinheiro público na Secretaria das Cidades e ressaltou que, no caso dos banheiros, foi o secretário que descobriu o esquema e demitiu os servidores envolvidos. “Aqueles convênios aconteceram em junho de 2010 e fui ser secretário em janeiro de 2011. Seis meses depois eu descobri e puni os envolvidos, demiti os servidores. Se tem uma coisa que não admito é desviar dinheiro público de qualquer área”, afirmou.  

  

Em seu discurso final, Camilo Santana agradeceu aos internautas e ressaltou a importância de gerar empregos para os jovens. “Mais da metade da população cearense tem menos de 30 anos. Precisamos gerar oportunidades de emprego e qualificar a mão de obra”, afirmou Camilo. “O Ceará tem hoje 102 escolas profissionalizantes que beneficiam 40 mil jovens. Minha vice (Izolda Cela) é a grande responsável pelo avanço da educação no Ceará”, concluiu o candidato da coligação “Para o Ceará seguir avançando”.