Topo

Notícias

Sarto aponta avanços no serviço público estadual

07/Novembro/2013
Increase_font Decrease_font

Governo do Ceará promoveu reajustes acima da inflação para todas as categorias

Sarto na tribuna do Plenário 13 de MaioO deputado Dr. Sarto (Pros) enalteceu nesta quinta-feira (07) as ações de valorização do servidor público estadual implantadas pelo Governo Cid Gomes, apontando avanços nas condições de trabalho, melhoria salarial e abertura de canais de diálogo.

Sarto, líder do Governo na Assembleia Legislativa, lembrou que a atual gestão criou e implantou a Mesa Estadual de Negociação Permanente (MENP), por meio da qual servidores apresentam e negociam demandas periodicamente com os gestores do Executivo estadual.

Conforme os dados apresentados pelo parlamentar, todas as categorias que compõem os quadros de pessoal do serviço público do Estado do Ceará foram contemplados com reajustes bem acima da inflação.

Os delegados da Polícia Civil, segundo o líder governista, atualmente recebem salários equivalentes ao teto do serviço público estadual, o que siginifca em torno de R$ 14 mil.  

Entre os anos de 2008 e 2010, o aumento da gratificação de produtividade dos funcionários do Detran saiu de 65%, para 100%, e, em seguida, para 165% .

O parlamentar esclareceu ainda que atuou na negociação entre Executivo e servidores do Detran em greve como mediador, fazendo a interlocução entre as partes. Ele relatou que recebeu representantes dos grevistas duas vezes para elaborar uma proposta contendo as condições para o fim da paralisação e encaminhou esse documento para apreciação do Governo do Estado. No momento posterior, apresentou a contra-proposta do Governo, que acabou não sendo aceita pelos servidores.

Sarto destacou ainda que o Governo Cid Gomes, conforme nota oficial publicada na imprensa, triplicou em seis anos os investimentos no ensino superior e concedeu  reajuste de 104% acima da inflação para os professores universitários. “Em qualquer setor, vamos comparar esse governo com todos os anteriores. Não tenho medo de qualquer comparação”, disse.

Com informações da Agência Assembleia.