Topo

Notícias

Líder do Governo aponta avanços no setor de segurança pública

15/Fevereiro/2013
Increase_font Decrease_font

Segundo José Sarto, o governador Cid Gomes tem promovido melhorias na segurança pública; porém isso não é reconhecido pela oposição.

 

O líder do Governo na Assembleia Legislativa, deputado José Sarto (PSB), afirmou em pronunciamento nesta sexta-feira (15/02) que o Executivo Estadual tem promovido melhorias no setor de segurança pública; embora a oposição não reconheça os avanços.

Entre os dados positivos, esclareceu que o percentual de acidentes com mortes nas rodovias foi reduzido em 66,6% no período do Carnaval quando se compara ao ano anterior. O parlamentar atribuiu a queda na quantidade de vítimas fatais nas estradas ao bom trabalho realizado pela Polícia Rodoviária Estadual. Segundo ele, foram mais de 20 mil abordagens durante o feriado, aplicando a Lei Seca nos casos onde houve necessidade.

O líder destacou o eficiente trabalho realizado pela Secretaria de Segurança Pública e Defesa Social que, em apenas quatro dias, elucidou o sequestro de uma criança no município de Morada Nova. “As estatísticas sobre a violência são sempre controversas, e a oposição procura destacar os números que lhe são confortáveis para as críticas”, disse.

Com relação aos crimes de assassinato, Sarto ponderou haver falhas no sistema penal brasileiro, que “devolve o homicida para convívio com a sociedade em cinco ou seis anos do cumprimento da pena”. De acordo com ele, os assassinos são quase sempre reincidentes com vários crimes, demonstrando que a legislação é ineficiente.

“As estatísticas de reincidência são altíssimas; se o sistema penal daqui fosse como o do Canadá, onde qualquer crime é punido com rigor, os índices seriam outros”, comparou.

Quanto aos números de homicídios registrados, Sarto argumentou que a violência é multifatorial. “Não se pode fazer uma avaliação simples. Investimentos na área de segurança são elevados, mas inúmeros processos concorrem para o aumento da criminalidade, entre eles o aumento do consumo de drogas”, citou.

O deputado frisou que os assassinatos têm uma ligação direta com  o consumo de drogas. “De 70 a 80% dos crimes são ligados ao uso de drogas”. Por isso, avisou, o governador criou em dezembro passado a assessoria especial de políticas públicas sobre drogas e convidou Socorro França para o cargo, que ocupa há 46 dias a função.

O parlamentar assinalou que o governador Cid Gomes entregou neste ano 920 novos policiais militares formados à sociedade, sendo a quarta turma de aprovados do concurso para a Polícia Militar. Na primeira turma, foram mil; na segunda, 2 mil, e, na terceira, mais 2 mil policiais militares. Também já foi convocada uma nova turma para iniciar curso de formação com 1.150 futuros policiais militares.

Sarto destacou que na atual gestão foram entregues mais 39 viaturas ainda este ano; em 2012, 408 viaturas, e, na primeira gestão de Cid foram 1.270 novos veículos. O Governo inaugurou também 43 novas delegacias, de um total de 50 prometidas em campanha.

Em aparte, o deputado Ferreira Aragão (PDT) disse que o Ceará é “sabedor de que o governador não economiza nessa área de segurança”. Para ele, o Executivo poderia aplicar melhor os recursos, para ter melhores resultados. “Estou preocupado com a sociedade e o nosso dia a dia. Temos um secretário de segurança eficiente, coronel Bezerra, mas é preciso haver mais agilidade”, disse.

Com informações da Agência AL